VIAS DE FAT0 - Prefeito dá uma "tapona" em fazendeiro após ser chamado de "moleque" durante reunião

Momento foi flagrado por populares. 

O prefeito Léo Dourado (PR), da cidade de Morro do Chapéu, na Chapada Diamantina, deu um tapa na cara de um fazendeiro após ser chamado de “moleque”.
foto: reproduzida

A confusão aconteceu durante uma reunião entre o gestor e os moradores do distrito de Icó, que fica a 38 km do município.
Vídeos divulgados nas redes sociais mostram uma discussão entre o prefeito e o fazendeiro, identificado como Aderbal Oliveira.

A briga teria iniciado depois da fala do fazendeiro, que teria sido acusado “de ter pedido a um funcionário da prefeitura para pagar o salário de um trabalhador de sua fazenda”. veja o video: 


video: reproduzido
Prefeito Léo Dourado emite nota sobre fatos da reunião em Icó
foto: reproduzida

Prefeito presta esclarecimento. 

‘Na noite da última quinta-feira, dia 07 de março, estive na comunidade do Icó, onde não ia há um bom tempo.
Frente a frente com amigos de longas datas, iniciei o diálogo pedindo desculpas pelo período em que estive ausente, ainda assim, as pessoas presentes reconheceram que as políticas públicas da nossa gestão, sobretudo, na Educação, Saúde e Assistência Social não faltaram em nenhum momento
Prossegui apresentando os projetos que estamos trabalhando para levar ao distrito e ouvi atentamente cada uma das reivindicações dos moradores.

Assumi o compromisso de lutar sempre pela minha gente e mesmo os pedidos mais difíceis de serem viabilizados neste momento não serão deixados de lado, farei o possível para levar o máximo de melhorias ao Icó e a toda Morro do Chapéu.
Durante toda a reunião, um cidadão influente na região desferiu contra mim insultos e xingamentos de toda ordem, isso sem falar nas inúmeras vezes em que ele tentou partir pra cima de mim e foi contido pelas pessoas.

Apesar de toda esta hostilidade, tentei ser o mais cordial possível com ele. Contudo, como todo ser humano passível de emoções, cheguei ao meu limite e, de cabeça quente, revidei.
Hoje, passada a situação, peço perdão a todos os presentes pelo ocorrido. Apesar de estar prefeito, sou um homem de carne e osso, tenho emoções e humildade para reconhecer os meus excessos.

Agradeço às pessoas presentes no evento que, diante desta triste situação, estiveram ao meu lado, me dando apoio e testemunhando o quanto que fui caluniado e tive a honra ofendida.
À comunidade do Icó reafirmo o que disse ao final da reunião, ainda levarei muito trabalho e realizações ao distrito e não serão as ofensas e perseguições que vão me impedir de cumprir a minha missão enquanto gestor da cidade e o compromisso que assumi com cada munícipe.’

Léo Dourado.

Esta nota encontra-se na página do facebook do prefeito.

Fonte: Língua Solta

Postar um comentário

1 Comentários