Inciativa de Marinho irá proporcionar mais emprego aos caxienses e visibilidade à Região Leste do Estado. 

O Porto Seco de Caxias será determinante para mudar o perfil socioeconômico econômico do Leste Maranhense aumentando receitas e gerando empregos é o que garante o ex-prefeito de Caxias, Paulo Marinho, principal defensor da instalação do Porto Seco de Caxias.

A logística e a posição geográfica de Caxias ajudam a instalação de um Porto Seco na cidade de Caxias servida por duas BRS federais e a ferrovia Transnordestina que poderá transportar containers e grãos diretos para o embarque no Itaqui situação que poderá melhorar a eficiência de Itaqui e trazer para o Maranhão navios de containers barateando fretes internacionais em face da privilegiada posição de Itaqui.

Paulo Marinho enumera como vantagens do Porto Seco o fluxo comercial constante e a possibilidade de trazer para Caxias empresas exportadoras e importadoras que se instalam próximos aos Portos por onde desembaraçam suas matérias primas.

Anápolis, no Estado de Goiás, além de cidades do Mato Grosso e Minas tiveram suas economias alavancadas apartir da instalação de Portos Seco e acabaram se transformando em polos de produção geradores de emprego e renda.

Porto Seco. 

Paulo Marinho vê no Porto Seco a possibilidade de implementar a economia do Estado do Maranhão e acredita que essa realidade não está muito distante pois depende apenas de vontade política para ser implementada. “Caxias já dispõe de uma área onde funcionaria o Distrito Industrial que se adequa ao Porto pois está encravada entre a BR 135 e a ferrovia Transnordestina ” lembra o ex-prefeito de Caxias.

Recentemente o senador Roberto Rocha esteve visitando organismos federais em busca de encaminhar o projeto. O vice-governador Carlos Brandão, em recente visita a Caxias garantiu que o governo do Estado tem interesse no projeto e já comandou reunioes com a EMAP e a Prefeitura de Caxias dando sequência ao projeto que poderá fazer a mais importante cidade do Leste do Maranhão votar a liderar a economia do interior maranhense a exemplo do que ocorreu no início do século passado quando Caxias liderava a região com suas manufaturas produzindo linho e tecidos para todo o Brasil.

Neste arquivo o início em partes do projeto Porto Seco para Caxias: