Deputado Wellington participa de audiência no Ministério Público e defende a anulação da eleição dos conselheiros tutelares em São Luís


O deputado estadual Wellington do Curso participou, na noite da última quinta-feira (08), de uma audiência com o Promotor de Justiça da Infância, Márcio Thadeu, e com aproximadamente 50 candidatos ao cargo de conselheiro tutelar em São Luís. A reunião aconteceu na sede do Ministério Público  e contou com a presença dos vereadores Manoel Rego (PT do B) e Rose Sales (PV), tendo  por objetivo discutir e esclarecer pontos referentes à apuração das irregularidades que ocorreram durante o processo de escolha dos conselheiros tutelares em São Luís nas últimas eleições.
Na ocasião, os candidatos a conselheiros tutelares tiveram a oportunidade de relatar as irregularidades que encontraram durante o processo eleitoral, a exemplo de dois candidatos com o mesmo número de votação, da realização de boca de urna, dentre outros.
O deputado Wellington também relatou a experiência pessoal que vivenciou ao ir votar, já que o número da candidata por ele escolhida não constava na lista. Além de ouvir os relatos dos candidatos, enfatizou-se a necessidade de “juntar” provas, a  fim de fundamentar a presente denúncia e, ante a fundamentação, anular o processo de escolha.
“Desde o último domingo (04), o real sentido da palavra ‘democracia’ tem sido descaracterizado. Nos deparamos com um processo eleitoral repleto de irregularidades, indo desde a elementar urna manual até ao absurdo que é a compra de votos. Por saber da importância da função desempenhada pelos conselheiros tutelares e por saber da ‘credibilidade’ que é devida a tais profissionais, solicitamos a anulação do processo de escolha dos conselheiros tutelares em São Luís.  Reconhecemos  a independência do Ministério Público e, por isso, ratificamos a importância de cada candidato poder relatar as irregularidades observadas, a fim de fundamentar a denúncia. Defendemos assim não a simples anulação, mas o zelo pela insigne função desempenhada pelos conselheiros”, afirmou o parlamentar.
Ao final da reunião, ficou agendada uma Audiência Pública a ser realizada na próxima quinta-feira (15), com início às 14h, que discutirá sobre a Eleição Unificada para Conselheiro Tutelar em São Luís. A Audiência acontecerá na Assembleia Legislativa e contará coma  representatividade da Prefeitura de São Luís; do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e Adolescente (CMDCA); da Secretaria Municipal da Criança e Assistência Social; do Ministério Público Estadual; do Ministério Público Federal; da Defensoria Pública; do Tribunal Regional Eleitoral; da Ordem dos Advogados do Brasil – Seção Maranhão, dentre outros.

Postar um comentário

0 Comentários