Coletor solar de casas populares apresenta falhas

Desde a segunda fase do Programa Minha Casa, Minha Vida do governo federal, as unidades construídas recebem obrigatoriamente um sistema de aquecimento solar, capaz de garantir 30% na economia de energia.

Os moradores de regiões quentes apontam falhas no projeto e afirmam que merece ser revisado. A placa é instalada nos telhados das casas, o equipamento é chamado de coletor solar.

Em 2011, o Ministério da Cidades publicou uma portaria que estabelece regras para o programa Minha Casa, Minha Vida. A portaria determina que todas as unidades habitacionais construídas pelo programa devem ter um sistema de aquecimento solar.

Cada coletor custa em média R$ 2 mil, em um dos conjuntos habitacionais são cerca de 2 mil moradias, ou seja, R$ 4 milhões de reais foram gastos com coletores solares.


Fonte: Icaxias

Postar um comentário

0 Comentários