Mabel Medeiros é homenageada no Facebook



 Trabalho, honradez e responsabilidade foram as trajetórias do seu tempo de serviço na condução da CIRETRAN em Caxias. A mulher brasileira ocupa hoje no cenário nacional o mesmo valor dado ao homem no segmento das leis e da nossa suprema Constituição Brasileira. Mabel Medeiros, a cidadã que recebeu o cargo de confiança, trabalho esse que lhe deu grandes oportunidades de exercer o magistério e o sacerdócio do valor trabalhista. A sociedade caxiense é testemunha de que ela não abusou do poder e muito menos da fragilidade daqueles que sem direito perante a lei no cometimento de infrações, tratou a todos (as) como cidadãos/cidadãs.
Queridos conterrâneos, quero apresentar o nome dessa grande mulher de fronte erguida e com muito orgulho em dizer que ela cumpriu essa tarefa com as três virtudes: da humildade, da seriedade e da justiça, dentro do perfil da balança, dando a César o que é de César e dando ao povo o que é do povo.
Aqui quero dizer, como o apóstolo Paulo, que ela combateu com o bom combate, fazendo uso dos valores como uma guardiã das virtudes da moralidade no perfil da fé. Tenho certeza de que cargo de confiança é por um tempo determinado e eis o bonito legado que ela deixa a outro que possivelmente venha sucedê-la. Sabemos que, em Caxias, ninguém melhor do que a companheira Mabel Medeiros para dar continuidade nesse trabalho que ela exerceu com muito amor.

Senhores políticos, num campo de concentração os soldados se armam para enfrentar o inimigo, mas na democracia é diferente... o que está certo e correto não se deve mudar. Quem afirma isso é um caxiense que não teme a verdade, mas sim as mentiras e as demagogias. Para que o governo cresça é necessário que o Maranhão se torne um corpo unificado para a transformação e a realização de um estado novo. Aqui fica o meu voto para o nome da Mabel Medeiros permanecer no exercício dessa função com o troféu da dignidade.


Ass. professor, teólogo, filósofo, autor de lendas, poeta e presidente da Academia Sertaneja de Letras. Educação e Artes do Maranhão – ASLEAMA - Manoel de Páscoa Medeiros Teixeira (prof. Passinho – SCJ).

Postar um comentário

0 Comentários