IMAGENS FORTES - Vídeo mostra dois jovens sendo executados a tiros no Rio

Imagens que circulam nas redes sociais mostram a execução de dois jovens na tarde desta quarta-feira (02), em um dos acessos ao Morro do Cotó, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, Rio de Janeiro. O vídeo foi registrado por uma moradora local. As vítimas são baleadas a sangue frio por um homem branco, careca, de camisa preta, que estava acompanhado de um comparsa, que dirigia um Peugeot prata. A área onde aconteceu o crime é disputada entre milícia e tráfico. Cada vítima foi atingida por tiros de pistola duas vezes na cabeça.
Alertamos que as imagens a seguir apresentam conteúdo sensível: As identidades dos mortos ainda não foram reveladas. De acordo com a Secretaria da Polícia Militar, o 20ºBPM (Mesquita) “foi acionado para checar ocorrência de homicídio no bairro Cerâmica. No local, encontraram dois corpos com ferimentos provocados por disparos de arma de fogo. A área foi isolada”. A Polícia Civil assumiu as investigações. Vídeos que viralizaram em aplicativos de conversa mostram os jovens assassinados em uma rua da comunidade, em um primeiro momento machucados e pedindo água para um homem. Outra uma foto mostra o que parece ser a sequência do primeiro vídeo, com os dois jovens, de costas, caminhando no meio da rua. O primeiro aparece de camisa branca, bermuda escura e chinelo. O outro está descalço, com uma bermuda florida e uma camisa pendurada no ombro. A terceira imagem que tem sido compartilhada é o vídeo do crime, de 55 segundos. Ele mostra o momento momento em que um homem branco, de boné preto e e camiseta preta, empunhando uma pistola, desce do banco do carona do Peugeot prata. “Deita no chão, c.”, grita o assassino. Os dois jovens deitam no meio fio. Ele revista os dois, e nada encontra. O carro se aproxima e um homem de azul salta do veículo. Imediatamente, o homem armado dispara quatro vezes, duas em cada um. Eles entram no carro e fogem. A DHBF investiga a relação deste crime com o intenso tiroteio que apavorou moradores da região na madrugada e hoje de manhã. Uma guerra entre traficantes e milicianos pelo controle do Morro do Cotó seria o motivo do confronto. A Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) procura os dois homens que participaram da execução. Fonte: G1 Rio de Janeiro

Postar um comentário

0 Comentários