Ex-prefeito de Caxias Paulo Marinho. 


Julgamento realizado pelo STJ decidiu por unanimidade absolver o ex-prefeito de Caxias Maranhão, Paulo Marinho da acusação de haver grampeado o ex-presidente do STJ Edson Vidigal. O processo que durou anos e representava uma peça histórica digna de ser rasgada dos anais do judiciário.

De acordo com com publicações da imprensa estadual, um grupo de inimigos políticos de Paulo Marinho décadas atrás, quando esse exercia o mandato de deputado federal, no intuito de cassar-lhe o mandato, teria cortado fios telefônicos da casa de Edson Vidigal no bairro Campo de Belém.

Ainda de acordo com o blog Caxias News, Após, como se tratava a época de um ministro federal, pediram a atuação da Polícia, que segundo o blog, em inquérito forjado atribui a Paulo Marinho e Jorge Castro a autoria do delito . O STJ a unanimidade reconheceu a prescrição e absolveu ambos.

Ao tomar conhecimento da decisão, Paulo Marinho enfatizou que a Justiça Federal é extremamente correta e não iria penaliza-lo sabendo que tudo não passava de uma farsa nos moldes do processo falsificado por seus adversários que lhe cassou o mandato.

Marinho disse que há também uma outra justiça infalível que é a divina. Essa, segundo ele, enxerga tudo e não falha.

Fonte e redação: Caxias News