Preso suspeito de matar universitária e deixar corpo em rodovia de Imperatriz, no Maranhão.



Emerson Vieira Correa se apresentou nesta quinta-feira (24) e foi preso na Delegacia de Homicídios de Imperatriz, a 486 km de São Luís. Ele é investigado como autor do assassinato da universitária Carina Silva Sousa, de 24 anos.

Emerson Vieira Correa se apresentou na Delegacia de Homicídios por suspeita de matar uma universitária no domingo (20) — Foto: Divulgação/Polícia Civil

O corpo de Carina foi encontrado nu e abandonado às margens da BR-010, na madrugada de domingo (20). Segundo a polícia, momentos antes do crime, Carina teria se encontrado com Emerson na casa onde ele mora com outra mulher, que estava viajando.

Carina foi assassinada e o corpo foi deixado às margens da BR-010 — Foto: Reprodução/TV Mirante

Durante as investigações, a polícia encontrou uma conversa entre os dois e descobriu que ambos faziam parte de uma seita que faz uso do 'Santo Daime'. Desde então, a polícia também investiga a possibilidade da morte ter ocorrido como parte de um ritual religioso.


Por outro lado, em depoimento, Emerson confessou a autoria do homicídio por conta de um 'desentendimento'. Ele disse ainda que matou a vítima com uma marreta e levou o corpo até a rodovia, mas negou que o ato tenha se pautado em qualquer ritual.


Emerson está preso temporariamente na Unidade Prisional de Imperatriz, mas a Polícia Civil informou que representará pela prisão preventiva do acusado.

Fonte:https://g1.globo.com/ma

Postar um comentário

0 Comentários