Ex-funcionário da gestão de Fábio Gentil coincidentemente é demitido após fotos com parentes da família Coutinho.  
O prefeito Fábio Gentil propagava em sua campanha de 2016 antes de ser gestor municipal que a "esperança iria vencer o medo", mas pelo visto "O MEDO ESTÁ VENCENDO A ESPERANÇA" de forma bem "gentil" de governar. O assunto demissões e descontos de salários vem tomando conta das redes sociais e em off de denúncias que chegam ao titular do blog, pois muitos já temem uma possível demissão em massa do funcionalismo público na gestão de FG prevista para Janeiro de 2019.

Postagem que viralizou entre a opinião pública se referindo ao prefeito Fábio Gentil. 
A repercussão "cabeluda" atual é a demissão dentro do prazo proibido pela lei eleitoral direcionada a Fernando Henrique Santana Miranda(popularmente Nando Costa), que era funcionário da prefeitura até o dia do seu último pagamento em outubro deste ano.

Pelo artigo 73 da Lei das Eleições, os agentes públicos estão impedidos, nos três meses que antecedem o pleito, de nomear, contratar ou admitir, demitir sem justa causa, suprimir ou readaptar vantagens ou por outros meios dificultar ou impedir o exercício funcional de servidor público. E, ainda, de ofício, remover, transferir ou exonerar servidor público na circunscrição do pleito, até a posse dos eleitos.(VEJA AQUI)

O caso viralizou na internet de forma negativa ao prefeito Fábio Gentil, que pelas suas atitudes após a eleição do seu pai e deputado estadual eleito Zé Gentil, vem perseguindo funcionários que não teriam vestido a "camisa" de Zé da forma como eles queriam. Caso recente foi a exoneração indevida de dois servidores públicos da Coordenação da Juventude e fora outros que ainda não chegou ao conhecimento de todos, mas que cabe as vítimas de FG darem entrada no Ministério Público para buscarem os seus direitos munidos do contra-cheque.

Contra-Cheque do Ex-Funcionário Público prova que Nando trabalhava no Crás do Pirajá e desmente a Sec. Ângela Machado e deixa suspeitas sobre o posicionamento do supervisor do Centro da Juventude do Ponte Luís Gustavo na Gestão de Fábio Gentil referente a documentos de controversos. 


Coincidência ou não Nando Costa em momento de lazer com amigos(as), teve sua imagem na internet vinculada ao lado da esposa de George Coutinho , filho do saudoso e então presidente da Assembleia Legislativa Dr. Humberto Coutinho e logo não demorou para a opinião pública caracterizar mais uma perseguição de Fábio Gentil, que vem tratando a prefeitura como se fosse sua propriedade. 

Além de passar por toda essa situação pós demissão, segundo Nando, sem justa causa, eis que a Secretária Adjunta da Mulher Ângela Machado posta no facebook que Nando teria sido demitido por conta de faltas no Centro da Juventude do bairro ponte com a assinatura do supervisor Luís Gustavo, sendo que o funcionário público nega e desmente as acusações com provas de seu contra-cheque onde mostra que trabalhava em outro orgão público, sendo no Crás do Pirajá, que tudo indica que haverá um embate judicial entre as partes envolvidas.

Assinatura do Supervisor do Centro da Juventude do Bairro Ponte Luís Gustavo não bate com a documentação do contra-cheque da prefeitura. Alô Ministério Público! 


NC lamenta em outra postagem que teria ajudado a Secretária Adjunta da Mulher Ângela Machado nas últimas eleições para vereadora e agora vê-la expondo-o de forma constrangedora e nas entrelinhas, questiona o supervisor do Centro da Juventude do Ponte em compactuar com sua assinatura referente as supostas faltas, sendo que no contra-cheque de NC não possui nenhum desconto de salário para que comprove tal ato, reforçou ainda que ajudou Fábio Gentil para prefeito em 2016 e neste ano em prol de seu pai Zé Gentil.

O ex-funcionário público finalizou seu desabafo nas redes sociais: "QUER CONHECER O VERDADEIRO CARÁTER DE UM SER HUMANO ? DÊ PODER A ELE...

Fonte e redação: Jornalista Análio Júnior - DRT/MTE: 0001413/MA