A professora de biologia do Instituto Monsenhor Hipólito (IMH), Gabriela Cortez Cavalcante, morreu após ter sua cabeça esmagada por um caminhão logo após ser vítima de outro acidente, no final da tarde de quinta-feira (08), em Picos.

A jovem professora tinha saído de sua residência, localizada no Loteamento Bernardes, Bairro Umari, com destino ao IMH, onde estava previsto para dá aula a partir das 16h40.

Próximo ao SAMU, já no Bairro Ipueiras, a jovem foi colhida violentamente por outro motoqueiro que vinha no sentido contrário. Ao cair, Gabriela Cavalcante teve sua cabeça esmagada por um caminhão que passava no momento do acidente.

O condutor da outra motocicleta foi encaminhado para o Hospital Regional Justino Luz apenas com escoriações pelo corpo. O caminhão envolvido seguiu viagem. Gabriela Cavalcante lecionava há cinco anos no IMH e era recém-casada com o jovem Adriano, também funcionário do IMH.

 Fonte: Meio Norte