Campus Caxias ocupa a 14ª posição entre as escolas públicas no Estado. Dados são da Folha de São Paulo.

O Instituto Federal do Maranhão (IFMA) Campus Caxias ficou em 1º lugar no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) entre as escolas públicas em Caxias e em 14º lugar entre as escolas públicas no Estado. Nas provas objetivas, a unidade do IFMA na Região dos Cocais também alcançou a 77ª posição na listagem geral maranhense, que reúne escolas públicas e privadas. O levantamento foi feito pelo jornal Folha de São Paulo, que lista 14.124 escolas brasileiras. Desde 2017 o INEP não divulga mais o ranking do Enem por escolas.

Das 15 primeiras posições no ranking das escolas públicas no Maranhão, 10 são campi do IFMA. O Campus Imperatriz ficou em 1º lugar entre as escolas públicas no Estado. Além de Imperatriz, figuram os campi São Luís – Monte Castelo (3º lugar); Zé Doca (5º lugar); Bacabal (6º lugar); São Luís – Centro Histórico (9º lugar); Timon (10º lugar); Barreirinhas (11º lugar); Pinheiro (12º lugar); e Barra do Corda (13º lugar). Referência em educação técnica de nível médio, o IFMA tem 29 campi em todo o Estado. Nem todos apareceram na listagem da Folha de São Paulo, pois, segundo o jornal, foram consideradas somente as escolas com ao menos 50% do total de alunos do 3º ano do ensino médio na prova (respeitado, ainda, o mínimo de 10 estudantes).

Estudantes do Campus Caxias são destaques no Enem

O desempenho dos estudantes do Instituto Federal do Maranhão (IFMA) Campus Caxias no Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) edição 2017 foi comemorado por professores, técnicos administrativos, pais, mães e responsáveis dos alunos. Diversos estudantes e ex-alunos obtiveram notas expressivas no ENEM 2017, com destaque para as notas de redação. Três alunas concluintes de cursos técnicos na forma integrada ao ensino médio tiraram acima de 900 pontos na redação.

Ana Letícia Fernandes Guimarães, do curso técnico em Agroindústria, e Carla Phaloma de Sousa Silva, do curso técnico em Agropecuária, obtiveram 960 na redação que abordou os “Desafios para a formação educacional de surdos no Brasil”. Outro destaque, foi a aluna Milena Josefa de Moura da Silva, do curso técnico em Agroindústria, que fez 900 pontos na redação. Milena frisou que as revisões promovidas pela instituição e as diversas práticas incentivadas pelos professores foram essenciais para o bom resultado. “Eu me sentia muito preparada para desenvolver qualquer redação, pois, em sala de aula, o professor deu o seu melhor para nos mostrar o essencial. Em casa, fiz várias redações e o professor sempre corrigia. A instituição foi essencial para minha boa nota, principalmente com as revisões que tivemos às vésperas”, disse Milena.



Raimundo Nonato Assunção de Sousa Filho, diretor de desenvolvimento educacional, destaca que o resultado é fruto de uma trajetória bem desenvolvida desde de 2010. “A maioria de nossos alunos são proveniente de escolas da rede pública de Caxias e região e com perfil de vulnerabilidade socioeconômica. Atualmente, atendemos, além de Caxias, alunos de Aldeias Altas, São João do Sóter, Timon, Teresina, Coelho Neto, Coroatá, Codó, Presidente Dutra, Buriti Bravo, Colinas e Senador Alexandre Costa. Nesse sentido, nossa política de assistência ao aluno é essencial para garantir a permanência e êxito desses alunos. Além disso, destacamos as bolsas de pesquisa, extensão e monitoria que são ofertadas aos alunos. Tudo isso é essencial para que, ao final, o aluno tenha bons resultados, como os observados no ranking divulgado pela Folha de São Paulo”, avaliou.

Para o diretor-geral, João da Paixão Soares, o bom resultado dos estudantes está relacionado a diversos fatores, como a qualificação profissional de professores e técnicos administrativos e o interesse dos alunos. “O sucesso dos alunos do Campus Caxias no Enem é o reflexo do ensino de todo o Instituto Federal do Maranhão. Não preparamos somente para o Enem e vestibulares. Preparamos o aluno para uma visão holística do mundo e do conhecimento, para que ele seja crítico, criativo, responsável, ético. Acreditamos que com essa equipe de excelentes professores, os alunos têm interesse em aprender e vencer qualquer dificuldade”, afirmou.