Ilustrativa. 

Assaltantes de Piripiri estão jogando pedras nos carros que trafegam nas rodovias BR-343, que liga Teresina ao litoral do Piauí e a Fortaleza (CE), e BR-222, que liga a capital a Pedro II, e colocam pedaços de madeiras nas vias, para forçar a parada dos motoristas para que pratiquem os assaltos.
Na zona rural de Piripiri, os assaltantes, fortemente armados, atacam estudantes para roubarem motocicletas. As Polícias Civil e Militar ainda não têm esquema para combater as quadrilhas que estão atuando nas estradas na região de Piripiri.
Os criminosos estão utilizando diferentes estratégias para surpreender as vítimas em seus assaltos na região de Piripiri. Na zona rural, para fazerem motoqueiros e motoristas pararem, colocam pedaços de madeira na estrada.
A moto roubada é uma Bros, cor preta, ano 2011/2012, placa ODY-5720, e pertence a Francisco Francisco de Assis Sousa Silva. Informações sobre a moto, acione 9 9441 5861. Nas rodovias federais, os assaltantes jogam pedras nos carros.
Na rodovia estadual que liga Piripiri a Pedro II, próximo ao povoado Pé do Morro, um ônibus com universitários e um carro com o padre Paulo Sérgio foram atingidos com pedradas para que parassem e roubados.

Dois assaltantes roubaram uma motocicleta, durante assalto no povoado Pé de Serra, zona rural de Piripiri, na última terça-feira (26).
Os assaltantes roubaram uma motocicleta Bros preta, de placa ODY-5720, de Francisco de Assis Sousa Silva, que estava com seu amigo Eduardo, voltando para casa no Pé de Serra, e a menos de um quilômetro de sua residência.
Os assaltantes estavam na espreita na estrada vicinal, que liga a zona urbana de Piripiri a Pé da Serra, armados eem uma motocicleta Honda Fan vermelha.
Armados, os ladrões anunciaram o assalto, renderam Francisco de Assis e Eduardo, roubando a motocicleta Honda Bros,em seguida.
Na rodovia BR- 222, no povoado Piçarra, na zona rural de Brasileira, cinco caminhões já foram atingidos com pedradas.
Meio Norte