Dimitrious Pagourtzis tem 17 anos e frequentava o Santa Fé High School, no TexasO principal suspeito do tiroteio no Texas, contra os alunos da escola Santa Fé High School, nesta sexta-feira (18), foi identificado pelas autoridades locais como o aluno Dimitrios Pagourtzis, de 17 anos.
Segundo informações da CNN, ele seria responsável pela tragédia que matou pelo menos dez pessoas – 9 alunos e um professor – e deixou vários feridos, incluindo dois policiais.
Detido no local do crime, Dimitrios está sob custódia das autoridades.  Em suas redes sociais, foram encontrados conteúdos de grupos simpatizantes de armas. Um pouco antes da tragédia, ele publicou a foto de uma camiseta com os dizeres “nascido para matar”. Em outra publicação, Dimitrios mostra uma pistola, uma faca e uma lanterna.
Uma das fotos encontradas em sua conta mostra um casaco militar que Dimitrios teria usado durante o tiroteio. Na legenda, o estudante cita os significados símbolos presos à roupa, dentre eles, a Cruz de Ferro, símbolo de condecoração particularmente utilizado por oficiais nazistas.
Suspeito publicou foto de armas em rede social
De acordo com a imprensa norte-americana, Pagourtzis fazia parte do time de futebol americano da escola. Ele também seria membro de uma igreja ortodoxa grega na cidade. Outro estudante, que seria um possível cúmplice no tiroteio, também foi detido pelas autoridades locais. 
Planos de suicídio
Em uma entrevista coletiva, o governador do Texas, Greg Abbott, disse que a polícia encontrou diários no computador e no celular do suspeito. Nos textos, ele admitia que estava planejando o tiroteio e que pretendia se matar depois.
"Como vocês provavelmente já sabem, ele se entregou e admitiu que não teve coragem de se matar", disse o governador. Abbott também falou que o Pagourzis usou uma escopeta calibre 12 e um revólver calibre 38 no tiroteio. As armas seriam do pai do estudante.
R7