Mark Zuckerberg, CEO do Facebook, durante o F8, conferência de desenvolvedores da rede social. (Foto: Stephen Lam/Reuters)

Rede social retirou do ar 21 milhões de conteúdos que exibiam nudez ou pornografia.

O Facebook removeu 21 milhões de conteúdos que exibiam nudez ou pornografia, além de deletar 583 milhões de contas falsas, no 1º trimestre de 2018. As informações constam no Relatório de Transparência dos Padrões de Comunidade, divulgado nesta terça-feira (15).

O documento reúne o trabalho da rede social para rever publicações de conteúdo que infringem regras em, pelo menos, seis aspectos:

violência gráfica;
nudez e atividade sexual de adultos;
propaganda terrorista;
discurso de ódio;
spam e;
contas falsas.

Remoções

Segundo o Facebook, entre janeiro e março, foram removidos 837 milhões de spams. Esse conteúdo foi retirado antes mesmo de qualquer pessoa denunciá-lo.
As ferramentas de inteligência artificial do Facebook foram responsáveis ainda por identificar 96% de todas as 21 milhões de publicações que envolviam pornografia. Segundo a rede social, a cada 10 mil posts vistos pelos usuários, entre sete e nove eram alguma publicação que violava os termos da empresa em relação a nudez.

A rede social afirma que, apesar de ter retirado do ar 583 milhões de perfis e páginas falsos, entre 3% e 4% das contas ativas são falsas.
No primeiro trimestre de 2018, o Facebook ainda suspendeu 3,5 milhões de publicações com conteúdo violento e outros 2,5 milhões com discurso de ódio.

G1