Com as duas ambulâncias quebradas aguardando reparos, a Prefeitura de Coelho Neto tem descarregado toda demanda da saúde no veículo Fiorino, apelidada pelo hoje prefeito Américo de Sousa (PT), de caixinha de fósforo.
Com os problemas da ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – SAMU e no veículo doado pelo Governo do Estado, tem sido a “caixinha de fósforo”usada como salvação da pátria para quem precisa de deslocamento.
O blog recebeu uma denúncia de que a Secretaria de Saúde mantém nos fundos do prédio do Samu uma ambulância nova, que exposta no tempo tem servido apenas de cama para um gato e com chances reais de virar sucata.
Na lógica o município teria uma outra ambulância para se revezas nas demandas, mas a incompetência do governo em recuperar um simples carro não permite.
Enquanto isso, ontem (21) uma gestante de alto risco precisou ser transferida para Caxias e foi preciso pedir socorro para a ambulância de Duque Bacelar. Nesta terça (22), depois de muita reclamação em rede social, uma outra paciente de Coelho Neto teve que se valer da mesma ambulância de Duque Bacelar para ser transferida para Presidente Dutra, porque na sede da microrregional vergonhosamente o caos está instalado.
Lamentavelmente…
Fonte e Redação: Portal Gaditas