Um bebê de apenas um mês de idade deu entrada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Promorar, zona Sul de Teresina, com várias mordidas pelo corpo. O pai identificado apenas como Francisco foi apontado como autor da agressão. A mãe, que não teve a identidade revelada, contou que a violência teria sido motivada porque o suspeito desconfiava que o bebê não seria seu filho. 
O caso ocorreu no último sábado (14) e está sendo acompanhado pelo Conselho Tutelar. A mãe diz que, no momento da agressão, estava dormindo e ao se levantar encontrou a criança ensanguentada. 
Francisco foi preso e não ofereceu resistência. O bebê foi submetido a cirurgia e permanece no Hospital de Urgência de Teresina (HUT) sendo alimentado por sonda devido a um ferimento na boca. O quadro de saúde da criança é estável.