A Câmara Municipal de Caxias realizou, nesta quarta-feira (21), uma sessão especial em memória do vereador Evilásio do Pam (SD). Na oportunidade, houve uma cerimônia religiosa e os vereadores puderam prestar homenagem ao ex-colega de parlamento. 

A sessão foi presidida pelo vereador Ramos (SD), autor da proposição. Nas considerações iniciais, o registro da ausência dos familiares de Evilásio do Pam, em razão de outra missa marcada desde o ano passado na Igreja de Nossa Senhora das Graças, na Cohab.

“Hoje completa um ano que o nosso amigo Evilásio nos deixou. Uma perda irreparável para a família e a sociedade caxiense, pois foi sempre ativo na luta por melhores condições de vida para a população. Foi uma das pessoas responsáveis pela minha candidatura, um grande incentivador e apoiador dentro do nosso partido”, declarou Ramos na tribuna.


Também fizeram uso da palavra, enaltecendo as qualidades do saudoso Evilásio do PAM, os vereadores Mário Assunção (PPS), Aureamélia Soares (PCdoB), Paulo Simão (DEM), Ximenes (PR), Sargento Moisés (PSD), Darlan (PHS), Luís Carlos (PMDB), Magno Magalhães (PSD), Jerônimo (PMN) e Repórter Puliça (PRB). 
O vice-prefeito Paulo Marinho Júnior (PMDB), esteve no evento representando o Executivo Municipal. “É uma honra usar pela primeira vez a tribuna da Câmara. Conheci o vereador Evilásio, principalmente por seu trabalho social na área da saúde. Fica na memória as boas ações e o carinho que ele tinha com todos”, afirmou.

Uma celebração religiosa conduzida pelo pároco da Igreja de São Benedito, padre Ribamar, encerrou a sessão solene.
Mais
Evilásio Roque Ramos tinha 48 anos de idade.. Era casado, pai de três filhos e um incansável lutador em prol dos mais carentes.Ele foi eleito com 1.111 votos nas eleições de outubro de 2016 para exercer o 1º mandato de vereador. Por razões até hoje nunca esclarecidas, na tarde do dia 21 de março de 2017, Evilasio do PAM se suicidou puxando o gatilho de um revolver calibre 38, atirando contra a própria cabeça. O triste episódio, que entristeceu todos aqueles que conviveram e conheceram o edil,  ocorreu dentro de sua residencia, situada no Conjunto Cohab. 

fonte e fotos: Ascom/CMC