Adão José Silva Souza (Crédito: Reprodução )
Adão José Silva Souza (Crédito: Reprodução )
Adão José Silva Souza, acusado de ser o mentor do estupro coletivo que vitimou quatro adolescentes na cidade de Castelo do Piauíem maio de 2015, começará a ser julgado pelo Tribunal Popular do Juri, neste terça-feira (27), na cidade onde o crime aconteceu. 
A sessão será presidida pelo juiz Leonardo Brasileiro e está marcada para ter início às 9h da manhã. De acordo com a acusação, Adão e quatro adolescentes torturam e estupraram as vítimas no Morro do Garrote, na cidade de Castelo do Piauí. As garotas, com idades entre 15 e 17 anos, haviam ido ao local para tirarem fotografias. Após o abuso sexual, as vítimas ainda foram atiradas do alto do morro, sofrendo ferimentos graves. 
Em decorrência das agressões, a adolescente Danielly Rodrigues Feitosa, de 17 anos, faleceu após dez dias internada no Hospital de Urgências de Teresina.
Um grande esquema de segurança será montado nas imediações do fórum onde ocorrerá o julgamento de Adão José da Silva, que atualmente está com 44 anos. 
Fonte: Portal Meio Norte