Segundo corporação, perícia vai indicar se motorista estava embriagado antes de colisão em Sumaré, na tarde de domingo (31). Testemunhas relatam excesso de velocidade.

A Polícia Rodoviária localizou frascos de bebida alcoólica no carro em que pai e filha morreram após um acidente na via marginal da Rodovia Anhanguera (SP-330), em Sumaré (SP), na tarde de domingo (31). Além disso, segundo a corporação, testemunhas relataram que o motorista dirigia o automóvel em velocidade superior ao limite de 70 km/h estabelecido para a estrada.

"Segundo informações de testemunhas, teria entrado a 100 km/h na via [...] A perícia vai dizer se o motorista estava embriagado ou não", falou o policial Elder Augusto Baraldi. O acidente ocorreu após o motorista perder o controle da direção e bater em um poste, um muro e invadir um terreno.

Equipes dos Bombeiros foram ao local, mas Celso Lopes de Faria, de 48 anos, e Bianca Priscila Salgado Faria, de 13, não resistiram aos ferimentos. Segundo apurou a EPTV, o acidente provocou interrupção no fornecimento de energia para 22 clientes e uma das vias foi interditada para a troca do poste pela concessionária. A família estava em Campinas (SP) e voltava para Sumaré.

Celso e Bianca Faria morreram em acidente neste domingo (31), em Sumaré (SP) (Foto: Reprodução/Facebook)

As vítimas serão sepultadas no Cemitério da Saudade, mas os horários não foram confirmados.


G1