Imagem de arquivo. 

Desde o mês de dezembro de 2017, o prefeito Fábio Gentil vem reunindo sua equipe de governo para tratar do abono salarial concedido aos professores da rede municipal que, segundo o atual gestor, é uma conquista da classe, um direito.
“Desde dezembro a nossa equipe de governo tem estado reunida tratando do abono salarial, que eu considero uma conquista para os nossos professores; já tínhamos definido que seria feito, como também o pagamento previsto até o final deste mês de janeiro”, disse Fábio Gentil, prefeito de Caxias.
Na última quarta-feira (03), em reunião com a equipe de governo, o prefeito Fábio Gentil garantiu o pagamento aos professores até o final de janeiro no valor de R$ 1.000,00 (mil reais), provavelmente após o do funcionalismo público municipal que é efetuado sempre entre os dias 19 ou 20 de cada mês.
Desde que assumiu a gestão municipal, o prefeito Fábio Gentil tem trabalhado para ofertar aos profissionais da educação e aos estudantes caxienses o que há de melhor, investindo em infraestrutura, qualificação e valorização. O primeiro passo foi o aumento salarial concedido para os professores do município, que foi maior que o do Piso Nacional.
“O aumento para os professores caxienses em 2017 foi de 9%, o que representou um acréscimo de 2 pontos percentuais acima do Piso Nacional da categoria, que foi de 7%, fazendo de Caxias uma das cidades do Brasil com o maior aumento salarial”, lembrou Augusto Neto, assessor de Comunicação da Prefeitura de Caxias.
Em relação ao contracheque que circulou nas redes sociais sobre um possível pagamento de abono no mês de dezembro, a Central de Processamento de Dados (CPD), que é setor responsável pela folha de pagamento do município, declarou que o documento é falso. A Prefeitura de Caxias juntamente com sua Assessoria Jurídica já está tomando as medidas cabíveis para punir os responsáveis pela falsificação do documento.