De acordo com o comandante da PM, esta foi uma das maiores apreensões de droga do Piauí. Segundo ele, será solicitado à Justiça que a aeronave fique à disposição da Segurança Pública.


A Policia Militar do Piauí, em parceria com a Polícia Civil, apresentou na manhã desta terça-feira (30) no Aeroporto de Teresina toda a droga e o avião apreendidos na última sexta-feira (26) no município de Barreiras do Piauí, a 854 km da capital. De acordo com o coronel Carlos Augusto Gomes, comandante da PM no Piauí, o piloto da aeronave, um funcionário do Ministério da Agricultura, e o passageiro, suposto proprietário da droga, estão presos na cidade de Bom Jesus.

De acordo com comandante da PM no Piauí, trata-se de uma das maiores apreensões no estado e os nomes dos dois presos não foram informados.

"Segundo o piloto, essa droga tinha como destino o estado do Maranhão. Eles não conseguiram decolar por conta do peso. E por desviarem das chuvas, ficaram sem combustível e fizeram um pouso de emergência na cidade de Barreiras", destacou o comandante.

O comandante Carlos Augusto informou ao Bom Dia Piauí que será feito um pedido ao Poder Judiciário para que o avião fique à disposição da Segurança Pública do estado no intuito de auxiliar futuras operações no interior.

"Estamos rastreando a aeronave, ela pertencia a uma empresa de táxi aéreo e foi vendida a um particular, provavelmente um 'laranja'. As investigações da Polícia Civil vão dizer quem realmente é o dono", finalizou.

A aeronave que transportava mais de 300 kg de cocaína pura foi trazida para Teresina para a realização de alguns procedimentos.

Aeronave pode ficar à disposição das forças de Segurança Pública em operações no interior (Foto: Alan Garcia/TV Clube)

Depre e Polícia Militar participaram da coletiva (Foto: Alan Garcia/TV Clube)

G1 Ma