Nascido no dia 08 de outubro de 1956, na cidade de Cajazeiras, interior da Paraíba, José Rolim Filho, popularmente conhecido como Zito Rolim, mudou-se para Codó no ano de 1972. Três anos depois entrou no ramo de comercio atacadista e conseguiu adquirir sucesso como empresário.
Em 1988 passou a trabalhar ainda com a atividade agropecuária, onde mais uma vez obteve sucesso. Há cerca de 22 anos, Zito Rolim também administra uma loja de móveis e eletrodomésticos.
Vida política
Conhecido em todo o Maranhão como o político mais popular da história de Codó, Zito Rolim ingressou na política em 2000, lançando-se candidato a prefeito, no entanto obteve apenas 3.712.

O resultado não o desanimou, tanto que 4 anos depois, nas eleições de 2004, candidatou-se novamente. Desta vez Zito conquistou a confiança de 21.492 pessoas. Apesar da grande quantidade de votos, foi derrotado por Biné Figueiredo, que obteve 24.437 votos.
Em 2008, tentou pela terceira vez ser prefeito de Codó, com uma campanha emocionante conseguiu alcançar a marca de 49,84% da preferência dos eleitores (25.267 votos), derrotando o então prefeito Biné Figueiredo.
Depois de 4 anos trabalhando intensamente pelo município de Codó, Zito Rolim encarou sua quarta campanha consecutiva, desta vez brigando pela reeleição contra o seu maior adversário político, Biné Figueiredo. A apuração das urnas mostrou que a população havia aprovado o mandato de Zito, o prefeito conseguiu ser reeleito com 23.075 votos.
Com uma administração voltada para os mais humildes, Zito Rolim deixou o comando da prefeitura de Codó no final de 2016. O ex-prefeito goza de uma popularidade jamais vista na história política do município.


Família
Marido, pai e avô exemplar, Zito Rolim casou-se em 1976 com a codoense Eliene Araújo Torres, filha do comerciante José Alves Torres e Maria Luiza Araújo Silva. Da bela união nasceram três filhos: Wellington Torres Rolim (odontólogo), Rômulo Torres Rolim (odontólogo) e Cinthya Torres Rolim (farmacêutica bioquímica).
Zito Rolim é avô de duas lindas meninas.
Fonte: Marco Silva