Suspeito de estuprar e assassinar a menina Alanna Ludmila, Robert Serejo de Oliveira nega que tenha cometido o crime. Ele estava sendo procurado pela polícia desde a madrugada da última quinta-feira, 2.
Robert foi preso quando se encontrava em uma van, tentando deixar São Luís. O motorista do veiculo já tendo conhecimento que se tratava do fugitivo, fez um sinal para uma barreira policial que se encontrava na BR-135. Capturado, ele foi encaminhado para o 21º BPM, próximo ao posto de fiscalização da Estiva.



Aos dez anos de idade, Alanna foi brutalmente assassinada, com sinais de asfixia e agressão sexual. Seu corpo foi encontrado nesta sexta-feira, 03, enterrado em cova rasa, coberto por entulhos, no quintal da própria casa da família, no bairro do Maiobão (Paço do Lumiar). O principal suspeito, o ex-companheiro de sua mãe, Robert Serejo Oliveira teve a prisão decretada.



Jhon Cutrim