Fotos que estão sendo compartilhadas no Facebook mostram um lado da realidade daqueles que decidem andar com traficantes ou até fazer parte desse mundo do crime. Uma jovem, que teve apenas a imagem divulgada, sem contar com idade ou nome, teve a cabeça raspada e pelo que parece, levou uma surra, após ter cometido algum erro com uma facção criminosa de Angra dos Reis, no Rio de Janeiro. É comum os grupos de traficantes punirem as mulheres raspando o cabelo e também com agressão física. Na internet, a população mostrou-se novamente entristecida, afinal, é mais uma jovem que poderia estar estudando, no lugar de estar entrando no mundo do crime.
A origem da postagem foi da página Cidade Alerta Angra dos Reis, que apenas informou que a jovem quis "brincar" com o pessoal do Belém, possivelmente o nome de uma facção criminosa local. Logo, os comentários eram de que a garota poderia estar na escola ou em casa, ao invés de estar largada assim e sendo torturada por bandidos. Ao mesmo tempo, diversas mulheres acabaram se revoltando, reclamando que isso era exposição gratuiatuita contra a garota, que não teve outras informações divulgadas.
"Queria ver se fizesse isso com a sua filha, se ele ia tirar foto e colocar na net, criticar um monte. Queria ver se fosse com a filha de vocês, não jogue pedras no telhado dos outros. Não sabemos o dia de amanhã", disse uma internauta, que teve um grande número de reações no seu comentário. Outra ainda disse que a página estava fazendo apologia ao crime, dando exemplo de que "seria correto" outras mulheres sofrerem o mesmo. Indignada, a internauta garantiu que iria denunciar a página.
Já outros levaram a postagem como exemplo, para que os pais e adolescentes vejam e fiquem afastados dos grupos criminosos. Um rapaz, que também teve o comentário muito curtido, afirmou que não é certo rir disso e nem expor a jovem, mas que "há minas" que não querem escutar ninguém, nem os pais, e acabam passando por isso. Abaixo você confere a postagem e pode tirar as suas próprias conclusões.