Um homem chamado Jeidson Santos de Morais, matou a namorada Vanderleia Carvalho Macedo de 27 anos de idade, residentes na cidade de Petrolina (PE), com uma furadeira por motivo de ciúmes, após presenciar a jovem conversando em um aplicativo de celular, o WatsApp. Segundo informações, nessa mesma noite o casal teria pego uma briga muito grande, o homem estava com ciúmes excessivos da moça por conta das mensagens no celular da vitima. De acordo com informações o crime teria acontecido por volta das nove horas da noite.
A polícia juntamente com os profissionais de pronto-atendimento, foram acionado após o assassino ter ligado para a mãe de sua companheira e confessando tudo o que havia feito com ela, ao chegar no local, as autoridades encontraram o corpo da vítima já morta, despida, e seu corpo cheio de perfurações, havia perfurações da furadeira e também de facadas. Em depoimento na delegacia, o homem afirmou que tinha perdido totalmente o controle quando viu sua namorada trocando mensagens no telefone celular.
O crime comoveu uma grande quantidade de pessoas da região, e também da internet. Atualmente no Brasil casos de violência contra a mulher só tem aumentado, em que 25% são por situações fúteis, como o caso de Vanderleia, seja por armas, objetos como furadeiras, facas, e etc. Segundo o canal BBC, os crimes dolosos em Namíbia, lugar onde mais acontece feminicídio, tem aumento cerca de 25% .
Segundo a lei 13.104 é considerado um crime, quando acontece casos de Feminicídio, são as violências cometidas pelos homem por menosprezar à condição da mulher, no qual envolve a violência domestica e familiar, o criminoso terá que cumprir uma pena determinada após julgamento, e essa pena será aumentada caso a mulher estiver grávida, contra menor de 14 anos, mulheres da maior idade, e qualquer deficiência. De acordo com estudos de psicólogos, a violência está relacionada a auto-estima do homem, uma falha ocorrida dentro da educação familiar, em que acontece a falta de orientação dos garotos e jovens por parte dos pais.

Buzz