Elisabete foi morta a facadas na Zona Leste de São Paulo
Um homem foi espancado até a morte após esfaquear e matar a ex-namorada na Zona Leste de São Paulo, nesta terça-feira. Segundo relatos nas redes sociais, José Francinildo de Araújo não aceitou o fim do relacionamento com Elisabete Oliveira e cometeu o feminicídio. Outra mulher, que seria amiga da vítima, ficou ferida e foi levada ao Hospital de Tatuapé, informou a Polícia Militar.
De acordo com a PM, agentes foram acionados por volta das 18h30 para a ocorrência na Rua Miguel Garcia, no bairro de Cangaíba. Revoltadas com a cena de violência, muitas pessoas agrediram Francinildo, que acabou morto. A polícia apreendeu a faca usada no crime e registrou o caso no 10º Distrito Policial (Penha).
Nas redes sociais, a filha de Francinildo, de 21 anos, lamentou a morte da madrasta. "Minha estrela esté no céu, minha anja. Como eu queria que você estivesse aqui comigo. Eu te amo", escreveu a jovem. Procurada pelo EXTRA, ela preferiu não falar sobre o ocorrido.
Outros familiares e amigos de Elisabete prestam homenagens para ela em seu perfil no Facebook. "Uma mulher de Deus, é assim que sempre te chamei. Hoje um pedaço de mim está com Deus", registrou uma pessoa. O velório dela será no Cemitério da Saudade na tarde desta quarta-feira.
Extra