Durante uma importante audiência pública sobre Reforma Agrária, realizada na Câmara Municipal de Balsas, o deputado estadual Júnior Verde (PRB) recebeu o título de Cidadão Balsense, concedido pelo vereador Tião Saraiva. Na oportunidade, também receberam o título o deputado Cleber Verde e o assessor parlamentar, Bernardo Júnior.
Júnior Verde já trabalhou no município como policial civil e agora, como deputado estadual, tem contribuído com emendas parlamentares para o desenvolvimento econômico e social de Balsas, desde a construção de uma praça no povoado Aldeia até a pavimentação asfáltica de bairros e avenidas, além de sua luta, desde o início do mandato, para a entrega do hospital regional, recentemente inaugurado.
“O nosso compromisso só aumenta a cada dia. Sentia-me cidadão de Balsas de fato, agora de direito, a nossa responsabilidade se consolidou. Vamos continuar a lutar pelas demandas legítimas do povo do Balsas e do povo do Maranhão”, disse Júnior Verde.
A cerimônia contou com a participação do superintendente federal do INCRA, George; do representante do ITERMA, René; e do Instituto Terra Legal, Salé; dos prefeitos de Balsas, Dr. Henrique; de Riachão, Joabi; de Tasso Fragoso, Robert; e de Nova Colinas, Renato; entre outras autoridades.
Audiência pública no Planalto Anil
Já em outro evento, desta vez, uma audiência pública realizada na semana passada, no Planalto Anil, o deputado estadual Júnior Verde (PRB) colheu demandas da comunidade para implementação de ações na área da Segurança Pública em toda a região. A reunião aconteceu por meio da Comissão de Segurança Pública e Privada sda Assembleia Legislativa, por conta da sensação de insegurança vivida pelos moradores.
Presidente da Comissão, o parlamentar conduziu os trabalhos ao lado da deputada Francisca Primo (PC do B). Além dos representantes da Secretaria de Estado da Segurança Pública, das Polícias Civil e Militar (PM), e da Associação dos Conjuntos do Planalto, estavam presentes moradores dos bairros Planalto Anil, Residência Filadélfia, rua São Bernardo e adjacências.

Na oportunidade, foram apresentadas diversas sugestões para melhorar a Segurança Pública. Foram definidos diversos encaminhamentos, como o retorno do projeto de Patrulhamento Ostensivo na área de forma permanente; monitoramento eletrônico não só nas avenidas, mas nas áreas de maior índices de crimes, conforme estatísticas da PM; melhoria da iluminação pública; parcerias entre órgãos como PM, Corpo de Bombeiros, Secretarias de Cultura e Esporte, a fim de desenvolverem projetos sociais para diminuir o envolvimento de crianças e jovens com as drogas e a criminalidade; e reestruturação do 6° Batalhão que atende à comunidade, com mais efetivo policial e viaturas.
“São diversas as reivindicações, e são demandas legítimas, pois a sensação de insegurança maior fiscalização nas barreiras e postos policiais da entrada e saída de São Luís e demais municípios do Estado; articulação junto a bancada federal para proporem alterações no código penal e de execuções penais, tendo em vista a defasagem dessas legislações legislações penais, o que na prática contribui, entre outras situações, para um aumento na taxa de reincidência de crimes cometidos principalmente durante saídas temporárias e regimes condicionais”, finalizou.
Cristina França