O caso aconteceu no município de Santa Teresa, região municipal do estado do Espirito Santo, um homem de 54 anos passou mal e veio a óbito logo em seguida.

Assim que foi acusado de estuprar sua própria filha de 12 anos de idade. As autoridades responsáveis pela prisão do acusado nessa última quinta dia 05, acreditavam que sua morte teria sido por causa de envenenamento. Horas depois da prisão quando o indivíduo já se encontrava morto, encontraram um frasco de veneno na casa do acusado, mas só começou a passar mal algum tempo depois, no que resultou rapidamente em sua morte, ainda não se sabe qual era o tipo de veneno encontrado, algumas pessoas desconfiaram de haver uma omissão de atendimento médico do sujeito, mas as autoridades relatam que foi realizado o atendido por uma equipe médica, mas já era tarde demais.
A menina de 12 anos foi encaminhada ao Conselho Tutelar, onde terá que passar por ajuda psicológica e exames médicos, e ficará amparada até que a justiça resolva o caso delicado da garota, segundo as autoridades, já haviam registros há uma semana antes de abusos envolvendo a menina. O crime bárbaro começou quando o homem se separou da mãe da pré-adolescente, e passou a tomar conta da menina tendo o total domínio judicial sobre a guarda da garota, os atos começaram desde quando ainda era uma criança de 8 anos de idade, quando passou a tratar sua própria filha como uma mulher, obrigando ela a se relacionar com ele, fazer trabalhos diários, e vários outros absurdos.
Dentro do quarto da casa em que o acusado estava, foram encontrados vários preservativos e uma quantia de três mil reais, o caso da grota deixou muitos moradores indignados, com a capacidade daquela pessoa de cometer tal brutalidade com uma menina que foi molestada desde os 8 anos, até sua pré-adolescência.