Alteração na bandeira tarifária vai deixar a cotna mais cara

O adicional cobrado nas contas de luz dos brasileiros quando for acionada a bandeira tarifária vermelha nível 2, como acontece neste mês, passará a ser de 5 reais a cada 100 kilowatts-hora consumidos, ante 3,50 reais atualmente, decidiu a diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) nesta terça-feira.

A alta de mais de 40 por cento no adicional faz parte de um conjunto de alterações nas regras das bandeiras tarifárias proposto pela Aneel em reunião nesta terça-feira.

A proposta foi colocada em audiência publica, mas entrará em vigor em novembro em regime excepcional, segundo a agência, que busca adequar a bandeira tarifária às necessidades para poupar água dos reservatórios de hidrelétricas e garantir recursos para cobrir custos das termelétricas, acionadas em períodos de seca.

A medida já deverá impactar os consumidores em novembro, uma vez que a previsão é de que o próximo mês continue com bandeira tarifária vermelha nível 2, a mais cara, disse um dos diretores da Aneel, Tiago de Barros.

Extra