Funcionários do Hospital Macro Regional de Coroatá informaram ao blog que no almoço de hoje foram servidas carnes podres para eles e aos pacientes. Enquanto isso, a República de Coroatá foi bajular o governador Flávio Dino na cidade de Tuntun, inclusive o chefe maior, o prefeito Luis da Amovelar Filho, como mostra a imagem abaixo:
Além de não oferecer as férias dos servidores, não assinar as carteiras de trabalho e vez por outra atraso nos salários, os funcionários agora estão comendo carne vencida, que pode prejudicar a saúde principalmente dos pacientes que estão internados.
Quem administra o Hospital Macro Regional de Coroatá é o Emserh, empresa da Secretaria de Estado de Saúde do Estado.
Fonte: Luís Cardoso