Um fato inusitado e que retrata o oportunismo político no interior do nosso estado apareceu nos últimos dias no interior do Maranhão. Na cidade de Lajeado Novo, uma família carente pediu ao vice-prefeito Raimundo do Adão um caixão para o enterro de um bebê de menos de um ano. Claro, o pedido foi atendido.
Até aí tudo bem, tudo bacana. Um gesto decente. Mas o vice-prefeito aproveitou para tirar fotos na casa do bebê falecido, junto com uma irmã sua, e o caixão (foto acima) para mostrar que é bonzinho.


E para aparecer que tem o coração bondoso e ajuda os pobres, foi até ao cemitério e tirou fotos com o caixão para jogar nas redes sociais. Tirar proveito da situação neste momento beirou ao ridículo.
Fonte: Luís Cardoso