Ivan Brasil prevendo há tempos ser o próximo já antecipa novo empreendimento em Coelho Neto. 


Os funcionários da Sinal Verde,  pertencente ao grupo político do presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, o deputado Humberto Coutinho, continuam sentindo na pele o resultado das últimas eleições municipais. Recentemente, segundo fontes seguras, mais dois desligamentos na empresa, entre eles, o da apresentadora do Toda Manhã, Marcela Ramos.

Desde a última quarta-feira (5) o Toda Manhã deixou de ser exibido. Em nota veiculada na grade da emissora, a justificativa do cancelamento do programa foi por adequação ao mercado publicitário da cidade.

Como todos sabem, desde o início do ano, a Sinal Verde passou de chapa branca para a linha ofensiva. O desligamento da profissional pode ter relação ao formato de entretenimento do programa, sem “retorno”, ou seja, sem conteúdo de interesse político para o grupo Coutinho.

No momento em que a TV dos Coutinhos despenca e afunda na credibilidade, Ivan Brasil já se prepara para abandonar o "navio" à sua nova empreitada.


Somente no ano passado, após a não reeleição de Léo Coutinho, foram no mínimo oito pessoas mandadas embora do sistema de comunicação.

Entre os corredores da emissora, se cogitam mais futuros cortes. Talvez por isso mesmo, o apresentador do Cidade Livre, Ivan Brasil, se antecipou anunciando em sua página no Facebook o seu mais novo empreendimento na cidade de Coelho Neto: a TV CN Difusora. O arrendamento do canal seria o seu plano “B”.

Isso, o Sinal Verde Comunidade não noticia.