(Crédito: Efrém Ribeiro)
(Crédito: Efrém Ribeiro)

O funcionário da Secretaria da Assistência Social e Cidadania (Sasc), Eliezer Rodrigues Filho, teve a prisão preventiva decretada pelo juiz da Central de Inquéritos da comarca de Teresina, Thiago Aleluia, por suposto estupro de sua própria filha.
A delegada de Proteção à Criança e ao Adolescente, Luana Alves, informou que o mandado de prisão foi executado antes das 8 horas dessa sexta-feira (14). Ela disse que o acusado, em seu depoimento, negou o crime.
 (Crédito: Efrém Ribeiro)
(Crédito: Efrém Ribeiro)

“Ele está preso acusado de estupro de vulnerável. Esse caso não é de titularidade minha, mas da delegada Kátia Esteves. Estou só acompanhado o inquérito pois a delegada está de férias. Em seu depoimento, ele negou a acusação”, declarou a delegada Luana.
 (Crédito: Efrém Ribeiro)
(Crédito: Efrém Ribeiro)

A advogada do acusado, Luizilene Gomes de Sousa, afirmou que está analisando o depoimento. “Peguei cópias do depoimento para analisar e apresentar a defesa. Ele está separado da mulher há um mês e meio, ele vive em Timon. Eliezer já tinha feito um boletim de ocorrência informando que a mãe tinha desaparecido com a criança sem sua autorização. Eu fui procurado por ele para resolver o divórcio, pois já havia muitas brigas. A acusação tem que ser analisada no bojo desse conflito”, afirma.