Deputado Federal Tiririca. 

Uma ex-empregada doméstica do deputado federal Tiririca (PR-SP) passou a acusar o político de assédio sexual. Em março, ela prestou queixa à 10ª Delegacia de Polícia do Distrito Federal, alegando ter sido assediada pelo parlamentar.
Tiririca rebate dizendo que a acusação é uma tentativa de extorsão contra a mulher dele, Nana Magalhães. Em maio, Nana abriu um boletim de ocorrência na mesma delegacia, em que alegou ter sido ameaçada.
As informações foram divulgadas hoje pelo jornal O Estado de S.Paulo. De acordo com a assessoria de imprensa de Tiririca, “as ameaças incluíam um pedido de dinheiro em troca da desistência da ação de assédio sexual”.
Como o caso envolve um político com prerrogativa de foro privilegiado, as acusações foram encaminhadas ao Supremo Tribunal Federal. A petição, protocolada em 28 de junho, ficou a cargo do ministro Celso de Mello. Nesta quarta, o caso chegou à Procuradoria Geral da República (PGR). (Correio do Povo, com AE)
Top Buzz