Além do aumento do imposto sobre combustíveis, os preços da gasolina e do diesel devem ficar mais caros com novos reajustes feitos pela Petrobras. Foi o segundo aumento consecutivo em dois dias. Neste sábado (22/7), a gasolina subiu 1,4% depois de alta de 0,1% na sexta (21). Já o diesel teve acréscimos de 2% e 0,2% na sexta e no sábado, respectivamente.
O governo federal anunciou, na última semana, aumento nas alíquotas do PIS-Cofins, que é um tributo sobre os combustíveis. Com a medida, a gasolina ficou R$ 0,41 nas refinarias, mas, como mostrou reportagem do Correio, os postos de combustíveis aumentaram o litro em até R$ 1.
Desde o início deste mês a Petrobras começou a reajustar os valores diariamente. A prática faz parte da nova política de precificação da estatal, que se baseia na variação das cotações internacionais e concorrência no mercado interno.