Prefeito Fábio Gentil e comitiva também na visita na piscina do Ponte. 

Na manhã do último sábado (03/06) o prefeito de Caxias Fábio Gentil e os secretários de Meio Ambiente e Defesa Civil Pedro Marinho e de Infraestrutura Murilo Novais, visitaram com suas equipes, o lixão controlado de Caxias-MA, no Bairro Teso Duro.
Na ocasião, foi realizada uma intervenção com trator afim de abrir um espaço para colocação de resíduos, afastando-os das residências; antes, o lixo ficava próximo às casas dos moradores.
O secretário de Infraestrutura, Murilo Novais, que foi à Brasília conhecer duas experiências de manejo de resíduos sólidos nos municípios de Val Paraíso e Ocidental do Goiás, acredita que o modelo de consórcio entre os municípios da região central do Brasil, pode ser discutido e implementado em Caxias-MA, em parceria com os municípios da região dos cocais.
“Desde o início da administração, o prefeito está bastante preocupado com o lixão da nossa cidade. O lixão do jeito que a gente encontrou era uma vergonha. A situação dos catadores era sub-humana. O lixão passou da categoria de lixão desorganizado para ser um lixão controlado. Nós temos um trator trabalhando o tempo todo aqui, dando condições para que as novas carradas cheguem. Nós entramos em contato com uma empresa que trabalha com aterros sanitários e coleta seletiva de lixo. Convidamos a empresa para visitar o nosso lixão e conhecer terrenos. E, vamos trazer essa empresa e essa experiência de Val Paraíso e Ocidental de Goiás para a nossa cidade”, lembra Murilo Novais, secretário de Infraestrutura.
“Um consórcio sendo concretizado, é maneira mais viável, até mesmo porque o custo de construção não é tão grande. O custo maior é de manutenção. Com o aterro construído, além de resolver o problema do resíduo sólido de uma maneira geral, ocorre a geração de empregos. Vai ser possível tirar esse quadro que se tem hoje em praticamente quase todas as cidades do Brasil”, afirma, Pedro Marinho, secretário Municipal de Meio Ambiente e Defesa Civil.
“Neste primeiro momento, são medidas paliativas que o governo municipal está tomando para que a gente possa minimizar os problemas de todos aqueles que frequentam e tiram seu sustento aqui do lixão. Nós estamos tomando as medidas necessárias, nós encaminhamos o secretário de infraestrutura para o Distrito Federal para visitar as cidades satélites que já têm aterros sanitários feitos. A partir disso, vamos lutar para que o nosso Aterro Sanitário seja construído em Caxias. O custo de manutenção de um Aterro Sanitário é muito é muito alto. Todos os aterros que foram visitados pelos nossos secretários são consórcios, são parcerias entre o município e as empresas privadas. Então há uma necessidade para que esse consórcio possa existir entre Caxias, Aldeias Altas, Codó, Coelho Neto e São João do Sóter porque assim, você divide esse custo de manutenção com as cidades. E aí as cidades conseguem de vez, erradicar o problema do lixão, que causa danos à saúde do nosso povo. Vamos dialogar, vamos convidar o Ministério Público para conversar como outros municípios para que possamos começar essa obra de imediato. Nós queremos sim, esse ano, iniciar essas obras e concluir o mais rápido possível”, afirma Fábio Gentil, prefeito de Caxias-MA.
O prefeito Fábio Gentil e sua comitiva também visitaram a piscina do Bairro Ponte. A limpeza da piscina do Bairro Ponte é uma das primeiras ações da Semana do Meio Ambiente, que vai de segunda (05/06) a domingo (11/06). Um projeto que será desenvolvido a médio prazo que consiste na recuperação do Riacho do Ponte, também já está sendo providenciado.
“A nossa preocupação com a recuperação da Piscina do Ponte, é uma unanimidade em Caxias. Vamos iniciar coincidindo com a Semana do Meio Ambiente demonstrando o papel do governo com o mesmo e com a Piscina do Ponte, que é um dos cartões postais de Caxias”, ressalta, Zé Cláudio, secretário Adjunto de Limpeza Pública.
“Nós estivemos reunidos com o grupo que defende a preservação do Riacho do Ponte. Nós vamos realizar inicialmente uma limpeza da piscina, nós sabemos que esse processo vai além da limpeza, mas por toda a estrutura, do nascedouro até a desembocadura no Rio Itapecuru. Então, o trabalho é longo. Vamos iniciar com a limpeza, dando uma qualidade melhor. Estivemos juntos com o ministro Sarney Filho, já apresentamos a ele um projeto, e vamos lutar para que esse projeto da revitalização do Riacho do Ponte possa ser executado. De nada adianta só o poder público fazer a sua parte, a população também tem que está envolvida, tem que contribuir, evitando que se coloque o lixo, os esgotos dentro do Riacho para que amanhã o Riacho do Ponte, não seja um Rio Tietê. Nós precisamos recuperar. Ainda há tempo. Porque o Riacho do Ponte consegue abastecer grande parte da margem esquerda do Rio Itapecuru”, disse Fábio Gentil, prefeito de Caxias-MA.
Confira mais fotos da visita: