Familiares e amigos do adolescente Lucas Silva de Oliveira, morto no último dia (1º), fizeram uma passeata cobrando respostas sobre o assassinato. Polícia Civil afirma que não tem respostas sobre o caso. 


A Polícia Civil do Maranhão ainda não tem respostas sobre o assassinato de Lucas Silva de Oliveira, que foi encontrado morto na semana passada em posto no bairro da Divinéia em São Luís. Nesse domingo (4), parentes e amigos da vítima fizeram uma passeata exigindo justiça. A passeata começou nas proximidades do posto policial do bairro e terminou no local onde o corpo foi encontrado.

A mãe da vítima, Lucivânia Rocha, cobra uma solução para as autoridades. “A gente pede uma resposta. Saber o motivo de terem feito isso, essa crueldade com ele. Ele nunca fez mal a ninguém. Sempre foi amado por todos”, disse.

O corpo de Lucas Silva de Oliveira foi encontrado na manhã da última quinta-feira (1º), próximo a um posto de gasolina na Estrada do Araçagy, em São José de Ribamar, a 32 km de São Luís. De acordo com a família, ele saiu de sua residência na quarta-feira, às 18h, para deixar uma prima em casa, mas não retornou.

G1 Ma