Repórter José Carlos da Tv Sinal Verde deixou claro que ele e os apresentadores da emissora trabalham com cunho político. 


O repórter e apresentador da Tv Sinal Verde de Caxias José Carlos, confirmou o que a maioria dos caxienses já percebia, de que a TV SINAL VERDE NÃO TEM IMPARCIALIDADE, ao debater em um grupo de diálogos e debates no whatsapp. O repórter disse que realmente trabalha com cunho político, ou seja, é uma TV SEM CREDIBILIDADE, pois se o próprio repórter está afirmando que segue uma linha editorial tendenciosa(sendo que é um dos que leva as mensagens televisivas para os telespectadores caxienses) que tudo seria "questão política", quem o diga Reginaldo Pinho, Ricardo Marques e Ivan brasil, pois todos os citados nesta postagem fazem parte de uma emissora do grupo Coutinho que foram rejeitados pela população e derrotados nas urnas em outubro de 2016, e que até hoje não aceitaram a derrota e acham que podem ludibriar o povo através do rádio e TV que possuem.

Mensagem do repórter da TV dos Coutinhos:

"Meus amigos, pq o espanto, vocês vivem há quantos anos em Caxias ou no Brasil? Todos nós sabemos que as emissoras de TV, rádio, jornal, blogs... Etc... Cumprem o papel de informar, mas tem suas linhas editoriais ligadas à política. É assim com em Caxias e em qualquer lugar deste país. Desde a poderosa rede Globo até o sistema de comunicação mais humilde. Alguém esperava que o jeito de fazer comunicação ia mudar em Caxias??? Nem mesmo a política mudou.... Os atores políticos são os mesmos, os veículos de comunicação são os mesmos. Alguns papéis se inverteram, porém o elenco em grande parte permanece  igual", finalizou o repórter da TV SINAL VERDE.

Coronelismo eletrônico

“Mais sofisticado, sutil e ainda mais perverso”, na opinião do cientista político e professor da Fundação Getúlio Vargas (FGV) Francisco Fonseca é o “moderno” fenômeno do coronelismo eletrônico, ou seja, o uso de canais de comunicação de radiodifusão para atender a interesses políticos – prática que perdura nos tempos digitais. Suas origens estão no autoritarismo coronelista de décadas passadas e a prática política traz inúmeras semelhanças com seus modelos de concentração de propriedade. Só que, em vez do poder sobre as terras, o controle agora também alcança as ondas do rádio e da TV.

O povo com suas próprias ideologias independente de TV ou Rádio

Viralizou nas redes sociais e principalmente nos grupos de whatsapp, o desabafo de um caxiense que demonstrou amar a cidade em que mora ao observar por conta própria a perseguição que o atual prefeito Fábio Gentil(PRB), vem sofrendo por parte daqueles que não aceitaram e não desceram do palanque que eles mesmo perderam.

CONFIRA:

"Impressionante o que estou vendo em nossa cidade, o atual Gestor do município sendo covardemente perseguido pela candidato derrotado nas últimos eleições municipais, triste em vê o desespero  a covardia dos verme e famigerados. Caxias, ficou ao longo de 12 anos na mãos dos Coutinho, matando crianças, com altos índices de criminalidade, com uma roubalheira desenfreada na Saúde, Educação, Secretária de Obra, uma desordem total, e o povo calado, fingindo de morto, todos nós sabemos dos problemas em nossa cidade no acumulo de 12 anos de poder dos Coutinho. Hoje vejo pessoas sem caráter, princípios, sem escrúpulos, sem honra, sem moral, usar as redes sociais e outros meios de comunicação para denegrir e macular a imagem do atual prefeito, Quem são esses cabos eleitorais que eram do outro lado e hoje compram briga do magoado e mandatário derrotado. Hoje a saúde estar um caos, o atual governador aliado do corrupto "Coutinho", cortou vários convênios, ou seja, a atual administração estar com problemas sério de alocação de recursos, mesmo porque a lei de responsabilidade fiscal, impede tirar um recurso de uma pasta e colocar em outra..."