Cabeça de boneca foi colocada em poste como forma de intimidar tenente, diz polícia (Foto: Divulgação/Polícia Militar ). 


A Polícia Civil de São José do Rio Preto (SP) investiga ameaça feita a uma tenente da Polícia Militar (PM) da cidade, no bairro João Paulo II, com uma cabeça de boneca pintada de vermelho.
De acordo com o coordenador operacional da PM, major Paulo Sérgio Martins, no dia 4 de abril a corporação recebeu um chamado pelo 190 sobre venda de drogas com a participação de mulheres no bairro.

A tenente, então, foi com a equipe para revistar as supostas mulheres envolvidas no crime.
Ao chegar no local, havia apenas uma cabeça de boneca pendurada no fio de um poste. O rosto da boneca estava pintado de vermelho e com os dizeres "loira bleizer". O major acredita que tenha sido uma ameaça velada à tenente, que com frequência combate o tráfico de drogas no bairro.

"Esta é a segunda vez que esta tenente é ameaçada. Na primeira vez, jogaram coquetel molotov na casa dela. Estamos prestando todo apoio à tenente e o Setor de Inteligência da PM monitora o caso."
Martins afirma que a participação de mulheres no tráfico de drogas aumentou no bairro e, por isso, há retaliação ao trabalho desenvolvido pela PM no local. "Ela é a única oficial que fica na rua e dá apoio às revistas femininas, mas com frequência os policiais também são ameaçados. A PM permanece firme com o combate ao tráfico de drogas e não vai se intimidar", ressalta.

O G1 entrou em contato com a tenente, mas ela não atendeu às ligações.

G1