Cena emocionante que comoveu os caxienses e turistas que assistiram ao espetáculo



Pela grandiosidade e aclamação do público presente ( Estimado pela Guarda Municipal em mais de 2.500 expectadores nos dois dias de apresentação), com certeza, o espetáculo Cidade Sacra, Paixão, Morte e Ressureição de Jesus Cristo, encenado nos dias 08 e 09 de abril, em frente ao Centro de Cultura de Caxias, ficará no calendário de eventos da cidade, como um marco cultural. Durante dois meses, cerca de 100 pessoas entre atores, diretores e produtores caxienses prepararam um espetáculo envolvente, que mistura teatro, performances, dança e música em torno da vida de Jesus Cristo, retratando a Via Sacra.

O prefeito de Caxias, Fabio Gentil, elogiou a dedicação e o desempenho do elenco e produção do evento


Além da apresentação do espetáculo principal Cidade Sacra, outras atrações complementaram o brilho do evento nos dois dias. No sábado a Banda Lira Municipal, banda de orquestra da prefeitura, abriu o evento. Em seguida, a CIA de Dança Wilson Ghilard, apresentou o espetáculo de dança-teatro Via Dolorosa. Após a encenação do Cidade Sacra e para finalizar a primeira noite, os meninos da Banda Bentos, banda católica local, abençoou o final da primeira noite de apresentações. No segundo dia, abriu-se a noite com a Banda Bentos, que preparou a energia do local e fez uma reunião de fé, espiritualidade, devoção e emoção, para em seguida vir o espetáculo de dança-teatro Via Dolorosa, da Cia de Dança Wilson Ghilard, e fechando a noite, o espetáculo Cidade Sacra- Paixão, Morte e Ressurreição de Jesus Cristo.

Todo o elenco e produção do espetáculo, reunidos com o Secretário de Cultura Arthur Quirino,
em frente ao majestoso prédio do Centro de Cultura


“Com certeza, Cidade Sacra ficará na memória, como o evento religioso sobre a história de Jesus Cristo, mais marcante já encenado Caxias”, afirmou o Secretário de Cultura Arthur Quirino, que por três meses se dedicou aos detalhes da produção do evento. Emocionado, o Prefeito Fabio Gentil, fez um pronunciamento no final do espetáculo, ao lado do elenco, elogiando o desempenho dos atores e de “ todos os que tornaram esta super produção possível”. Gentil, que também é um grande incentivador das artes caxienses, agradeceu a presença de todos e ao grande homenageado da noite, Jesus Cristo, “ por abençoar Caxias com tantos talentos”.