PlayWebTV

Aumenta a reprovação ao governo Flávio Dino, aponta Exata
POLÍTICA


Resultado pode ter relação com o desastre administrativo provocado com o golpe no salário dos professores e o novo aumento de impostos



O Instituto Exata divulgou, neste domingo 2, uma nova pesquisa de avaliação do governo Flávio Dino, do PCdoB, encomendada por um matutino ligado ao Palácio dos Leões.
O levantamento foi realizado após o golpe salarial nos professores da rede pública estadual de ensino e o aumento do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) da energia elétrica, TV por assinatura, bebidas, cigarros, telefonia, combustíveis, internet e uma série de outros produtos e serviços em todo o estado. Como consequência ao desastre administrativo, houve aumento considerável da reprovação ao governo comunista.
Em dezembro do ano passado, os que desaprovavam o governo Dino eram 34%. Em janeiro deste ano, chegou a ser 33%. E agora, subiu para 36%.
Os que não souberam ou não responderam eram 5%. Depois, continuou 5%. Agora, esse índice caiu para 4%.
Os que aprovavam a maneira de governar de Flávio Dino passaram de 61% para 62%, entre dezembro e janeiro último. E agora são apenas 60%.
Foram entrevistadas 1.400 pessoas. A pesquisa Exata foi realizada entre os dias 23 a 26 de março, em todas as regiões do Maranhão.
Apesar de todo o esforço do Palácio dos Leões em gastos milionários com publicidade e propaganda, segundo a Exata, apenas 13% lembraram da existência do programa Bolsa Escola; 11% do aumento do número de policiais; e míseros 7% lembraram do Mais Asfalto, considerado até por aliados como programa eleitoreiro.
Atual7

0 comentários