Prefeito de Codó Francisco Nagib. 


A Prefeitura de Codó, comandada por Francisco Nagib, quer contratar 400 professores para lecionar no município sem qualquer seletivo. A proposta é que seja feita apenas análise curricular dos candidatos.
Atualmente a cidade conta 1575 professores concursados na rede pública de Codó. O número é considerado insuficiente pela administração e por isso é preciso contratar mais 400 professores. Como as aulas começam dia 20 de fevereiro, a prefeitura afirma não ter tempo para realização do certame.
O Projeto de Lei encaminhado à Câmara dos Vereadores, já gerou polêmica na cidade e a contrariedade da oposição e também do sindicato da categoria.
Segundo o sindicato, além da constituição pedir concurso nestes casos, há também um lei municipal que já determina que em caso de necessidade de contratação de professores, seja realizado, no mínimo, um seletivo com prova escrita juntamente com análise de títulos dos candidatos.
“Quais os critérios o governo vai utilizar para escolher os profissionais e quem irá fazer essa analise de currículos? Qual o grau de isenção e conhecimento?”, questiona o vereador Rodrigo Figueiredo.
De acordo com a secretária de Educação, Deusimar Serra, a medida é urgente e a banca para analise dos currículos ja foi montada. Nela estariam membros do conselho municipal de educação, professores do IFMA, UEMA e UFMA já foram recrutados para realizar a análise dos currículos.
Uma ação contra o Projeto de Lei, que deverá ser julgado na semana que vem, quando retornam os trabalhos da Casa, já foi protocolada junto ao Ministério Público.
Fonte: Blog do Luís Pablo.