Uma verdadeira farra de dinheiro público. Somente em 2016, Flávio Dino torrou exatos R$ 33.791.431,40 com diárias.
O valor exorbitante bate de frente com a crise que o comunista tanto destacou para conseguir aumentar os impostos com luz, telefonia e combustível dos maranhenses.
Segundo informações do Portal de Transparência, três órgão gastaram com diárias mais de R$ 2 milhões. As forças de segurança foram as que mais ganharam diárias. O campeão de gastos foi a Polícia Civil, que, em doze meses, gastou R$ 3.515.368,00. Em seguida, a Polícia Militar com R$ 2.814.108,00.
Os servidores lotados na Secretaria de Saúde também gastaram bastante. A pasta comandada por Carlos Lula torrou R$ 2.193.738,90 com diárias.
A Caema e as Secretarias de Administração Penitenciária (Seap) e Segurança Pública (SSP), juntas, totalizaram mais de R$ 4,4 milhões com o benefício.
A crise ocorre somente no bolso da população porque nos cofres estaduais, pelo visto, estava tudo muito bem em 2016.
Confira abaixo os dados do Portal da Transparência: