Na virada de 2016 para 2017 um fato entrou para acervo histórico político da câmara de vereadores de Caxias (cidade a 363 quilômetros de São Luís).
Trata-se da eleição para presidente da casa que culminou em uma votação expressiva, avassaladora e inédita promovida pelos parlamentares caxienses. Dos 19 vereadores, todos votaram pelo sim ao novo nome a sentar na cadeira de presidente da casa.
Inclusive os oposicionistas como a vereadora Thais Coutinho (PSB) sobrinha do deputado estadual e presidente da assembleia legislativa do estado, Humberto Coutinho (PDT). O vencedor foi Antônio José Bittencourt de Albuquerque, o Catulé (PRB). Ele tem no currículo uma vasta experiência politica, detentor enquanto vereador por sete mandatos.
Mas além do favoritismo um fato foi predominante nessa corrida até a presidência. A forte articulação do prefeito Fábio Gentil que tem em Catulé, não só um líder de governo, mas também um amigo de longa data.
O prefeito Fábio, usou com sabedoria e jogo de cintura já que a sua coligação só elegeu três vereadores. Essa articulação só mostra mais uma vez o forte poder de articulação que o atual prefeito domina com maestria.
E isso foi imprescindível para eleger o vereador Catulé como o novo presidente da câmara de vereadores de Caxias. Uma escolha considerada forte, experiente e pacificadora. O vereador Catulé vai presidir a casa para o biênio 2017-2018. Fábio Gentil terá maioria na câmara para fazer um governo com total apoio do parlamento caxiense.

Ascom Cx