O boliviano Erwin Tumiri, um dos seis sobreviventes do acidente com o avião da Chapecoense, clamou pelos outros tripulantes de voo durante o resgate. O momento pode ser visto em um vídeo divulgado pela Polícia Nacional da Colômbia nesta sexta-feira.
O comissário, na ocasião, estava em pé e, aparentemente, em estado de choque. Ele gritava ao mencionar os nomes dos colegas de voo. "Onde está Alex? Alex! Ángel! David! Minha tripulação!", disse.
VEJA VÍDEO:


Alex Quispe, auxiliar do voo, David, assistente, e Angel Lugo, técnico da aeronave como Erwin, morreram no acidente, além de outros quatro tripulantes. Da equipe da Lamia, Ximena Suarez, também sobreviveu ao acidente da última segunda-feira.
Um dia depois da tragédia que matou 71 pessoas (19 jogadores da Chapecoense), Erwin disse que se salvou porque seguiu os protocolos normais de segurança, como ficar em posição fetal no momento crítico.
"Diante da situação, muitos se levantaram de seus assentos e começaram a gritar. Pus as malas entre minhas pernas para formar a posição fetal que se recomenda nos acidentes", disse.

Parte da tripulação do avião que caiu perto de Medellín

Uol