Secretário Ney Jeferson(PT), obteve 6.713 votos em todo o estado como candidato a Deputado Federal. 


Ainda na série secretariado, o prefeito eleito Fábio Gentil soube reconhecer o esforço e o posicionamento do líder petista em Caxias Ney Jeferson, que abriu mão de sua candidatura a prefeito para apoiar o grupo do 10 na terra gonçalvina.

O PT caxiense sempre esteve presente no cenário majoritário. Seu pai Mundico Teixeira em 2012 obteve 3.252 votos ao disputar as eleições mesmo sem estrutura. Outra liderança petista que tem potencialidades de votos ao lançar-se candidato a prefeito, foi o Tom do PT, que alcançou os 4.126 votos ao disputar as eleições de 2008.

No cenário estadual o PT com Ney Jeferson representando a cidade de caxias protagonizou mesmo sem a vitória uma candidatura exemplar, ao obter 6.713 votos em todo o estado, mostrando sua consolidação no município, trazendo assim o interesse de Fábio Gentil a convida-lo para compor a 'união de todas as oposições".

Após a vitória, Ney Jeferson tem sido sereno e paciente com o cabeludo, ao contrário de alguns aliados que chegaram até a exigir secretarias fechadas como no famoso linguajado popular "olho grande". Jeferson ao fechar o acordo com FG apenas disse: "Vamos libertar o nosso povo dessa oligarquia, o seu reconhecimento pelo meu trabalho e dedicação vem depois, naquilo que achares conveniente", indagou NJ para FG. E assim aconteceu. O homem do '10' deu o devido merecimento para o combatente petista caxiense, lhe anunciou como Secretário de Agricultura e Pesca do município de Caxias e poderá através do seu robusto currículo desenvolver um ótimo papel em prol também dos trabalhadores rurais.

BIOGRAFIA

Ney Jefferson Pereira Teixeira, 34 anos, é engenheiro agrônomo formado pela Universidade Federal do Piauí - UFPI. Possui pós-graduação em Gestão e Manejo Ambiental em Sistemas Agrícolas pela Universidade Federal de Lavras - UFLA. Atualmente é mestrando pela FLACSO ( Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais) em Estado e Políticas Públicas. Já atuou como
Diretor na área de resíduos orgânicos na Autoridade Municipal de Limpeza Pública (Amlurb) da prefeitura de São Paulo em 2016. Foi Delegado do Ministério do Desenvolvimento Agrário do Maranhão entre os anos de 2011 e 2014.
Atuou ainda como engenheiro agrônomo no Projeto Boa Esperança Embrapa/Chesf e como extensionista da ATES (assessoria técnica ambiental e social) - Incra.


Fonte e Redação: Jornalista de Política Análio Jr(MTE: 0001413/MA)