Rua Aarão Reis foi interditada em manifestação pacífica. 


A manhã desta quinta-feira(29), foi marcada por mais um epsódio negativo no governo dos Coutinhos as vesperas de entregar a chave da prefeitura para o próximo gestor que o derrotou nas urnas este ano. São diversos descasos que o ainda prefeito de Caxias acumulou em seu nada agradável currículo como gestor público.

O caos no Hospital Geral de Caxias, Marternidade Carmosina Coutinho despensa comentários, cidade repleta de lixos por conta da diminuição das coletas diárias, e o estopim dessa história sobre a falta das devidas aplicações dos recursos públicos em diversos setores dessa administração.

E teria sido esse o motivo da revolta de alguns pacientes que precisavam fazer seus tratamentos fora de Caxias, ao saberem que os recursos não tinha sido liberado pelo gestor, formando-se um protesto pacífico na frente da secretaria de Sáude do Municipio que já repercute na região leste do Estado.


Pelo visto, o próximo gestor terá um arduo trabalho pelo menos nos 100 primeiros dias de governo para colocar a casa em ordem.




Papéis foram queimados pelos manifestantes de forma simbólica onde demosntraram suas indignações. 









Fonte e Redação: Jornalista de Política Análio Jr(MTE: 0001413/MA)