Simone Marca morta em Ituiutaba declarou medo em rede social (Foto: Reprodução/Facebook)Simone Marca morta em Ituiutaba declarou medo em rede social (Foto: Reprodução/Facebook)









Simone Marca fez publicação em grupo do Facebook em julho.
Ela foi morta a facadas enquanto participava de celebração em Ituiutaba.

Bárbara Almeida
Do G1 Triângulo Mineiro
A mulher de 30 anos morta a facadas pelo ex durante missa em Ituiutaba desabafou em rede social meses antes do crime. Em publicação em um grupo do Facebook, Simone Marca revelou que estava em um relacionamento conturbado e cansada das ameaças que recebia do homem. No texto ela também confessou: "Tenho medo de acontecer o pior".
De acordo com a Polícia Civil, ela foi morta nesta sexta-feira (7) enquanto participava de uma celebração na Igreja Catedral São José. O suspeito do crime, Marcos Ferreira, de 53 anos, teve um relacionamento por cerca de um ano e meio com a vítima. A delegada que acompanha o caso contou que a vítima denunciou o empresário duas vezes. Ele foi preso neste sábado (8) na casa de parentes em Goiás.
"O assassino começou a apresentar um comportamento agressivo, então Simone tentou terminar o relacionamento e começou a ser ameaçada por ele. Nessa época Marcos ficou preso por cinco dias pelas ameaças, mas Simone voltou atrás na acusação, o que é permitido nos casos de aplicação da Lei Maria da Penha, e por isso ele ficou tão pouco tempo preso. Após isso ele voltou a ameaça-la e voltou a ser preso, sendo liberado esta semana", explicou Roberta Borges Silva Ferreira.
O homem ficou preso por violência doméstica durante dois meses e foi solto na última segunda-feira (3). Ainda de acordo com a Polícia Civil, no tempo que Marcos estava detido, Simone começou outro relacionamento e não foi mais ameaçada pelo ex.
"Era uma relação conturbada, ele era casado, a esposa dele sabia que ele tinha uma relação extraconjugal. Marcos começou a ser agressivo e Simone preferiu sair do relacionamento, mas ele não aceitava", contou a delegada.
Simone Marca morta a facadas em Ituiutaba (Foto: Reprodução/Facebook)Simone Marca foi morta enquanto assistia missa (Foto: Reprodução/Facebook)
Vítima declarou medo em rede social
A vítima relatou em publicação no Facebook no último dia 19 de julho que estava se sentindo triste e que tinha medo do homem fazer alguma maldade com ela. O desabafo foi feito em grupo com cerca de 500 mil participantes.
“Estou vivendo um relacionamento conturbado com meu namorado. O cara não me respeita, me xinga toda, briga exige que eu devolva uns presentes que me deu. Ando tão cansada, estou com depressão pelas ameaças dele, ele não aceita terminar e tenho medo de acontecer o pior ... Minha vida ta (sic) de pernas pro ar, toda briga nossa eu não durmo direito, fico com medo dele fazer alguma maldade comigo. Tenho poucos amigos, porque ele afasta todos de mim, saí do emprego, tudo por causa dele. E o pior to (sic) afundando, to (sic) vendo isso e não consigo dar um passo pra mudar ..." lamentou em publicação.
Ex confessa crime em áudio
A delegada de homicídios, Roberta Borges Silva Ferreira, contou que após o crime o suspeito, que é proprietário de um jornal da cidade, gravou um áudio confessando o crime e enviou pelo WhatsApp (Ouça ao lado).
"Nós da Polícia Civil já o conhecíamos devido ao contato que temos com a imprensa. Após esfaquear a mulher, Marcos fugiu em um carro que estava estacionado em frente à igreja. Durante a fuga ele me enviou um áudio pelo celular confessando o crime e disse que só ia se entregar após passar o tempo do flagrante", contou Roberta.
Simone Marca foi velada em funerária em Ituiutaba na manhã deste sábado (8) e nesta tarde será levada para ser enterrada na família dos pais dela, Serra Alta (SC). Marcos Ferreira foi preso emRio Verde (GO) na tarde deste sábado e será levado para Delegacia de Polícia Civil em Ituiutaba.
Marcos Ferreira matou ex Ituiutaba e foi preso em Goiás (Foto: PM/Divulgação)Marcos Ferreira matou ex a facadas dentro de igreja (Foto: PM/Divulgação)
Fonte: G1