Miriane Brasil chora ao falar sobre a confissão do filho, suspeito de matar idosa em Brodowski, SP (Foto: Chico Escolano/EPTV)Miriane chora ao falar sobre a confissão do filho, suspeito de matar idosa em Brodowski (Foto: Chico Escolano/EPTV)

Mulher procurou a polícia após obter confissão do jovem em Brodowski, SP.
Marido da vítima chegou a ser apontado como principal suspeito e foi preso.

Do G1 Ribeirão e Franca
A auxiliar de costura Miriane Brasil, mãe de um adolescente de 16 anos apreendido nesta quinta-feira (21) em Brodowski (SP) por suspeita de matar uma idosa, afirmou que o filho tem que pagar pelo crime que cometeu. Abalada, Miriane contou que obteve a confissão do jovem e decidiu procurar a polícia.
“Eu não aceito injustiça porque ele não pensou em mim, não pensou nos irmãos pequenos, não pensou no pai, não pensou em ninguém. Eu morri por dentro, é dolorido”, disse. A acusação causou uma reviravolta no caso, uma vez que o marido da vítima foi preso no dia do crime e apontado pela Polícia Civil como principal suspeito.
Na manhã desta sexta-feira (21), o aposentado Pedro Florentino de Souza, de 78 anos, foi libertado pela Justiça. Ele estava no Centro de Detenção Provisória (CDP) de Pontal (SP).
O delegado José Augusto Franzine, responsável pelo caso, nega que tenha havido um erro da Polícia Civil na investigação. No entanto, encaminhou o pedido de soltura do idoso à Justiça.
Apesar de a mãe relatar que o filho matou a idosa porque invadiu a casa para roubar, Franzine disse que o adolescente negou o crime em depoimento. O jovem foi levado a uma unidade da Fundação Casa.
 A família do casal de idosos pretende processar o Estado.
Adolescente de 16 anos foi levado a uma unidade da Fundação Casa (Foto: Chico Escolano/EPTV)Adolescente de 16 anos foi levado a uma unidade da Fundação Casa (Foto: Chico Escolano/EPTV)
Drama
A aposentada Francisca André de Souza, de 76 anos, foi morta a facadas na segunda-feira (17) na casa onde vivia com o marido. O aposentado encontrou a mulher ferida, caída no quintal, e telefonou para o filho. A polícia e uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foram ao local, mas Francisca já estava sem vida.
De acordo com a Polícia Civil, não havia sinais de arrombamento na casa e uma marca de chinelo, como o que o marido de Francisca usava, foi achada próximo ao corpo da vítima. Com isso, ele foi apontado como principal suspeito e, preso.
No entanto, novas suspeitas levaram a polícia à casa de Miriane na quarta-feira (19). A auxiliar de costura afirmou que o filho negou qualquer participação no crime, mas ela decidiu investigar. Após conversar com o jovem, Miriane disse que obteve a confissão.
“Falei por que o delegado chegou nessa conclusão? Aí ele falou que foi ele mesmo. ‘Foi eu que matei’, ele falou. Ele falou que foi roubar lá e ela [vítima] começou a gritar. Ele disse: eu catei a faca e esfaqueei ela. Ela veio pro meu lado, eu bati nela e catei a faca e esfaqueei ela. Ela começou a gritar, quem mandou ela dar alarme?’”, descreveu Miriane.
A mãe relata que o jovem demonstrou frieza ao descrever como matou a idosa. “Eu acho que ele pensou que estava matando um bicho qualquer. Não é um bicho, é uma pessoa que ele matou. Ele, com crueldade, riu na cara da gente.”
Francisca André de Souza foi morta a facadas e polícia considera que marido seja o principal suspeito (Foto: Reprodução/EPTV)Francisca André de Souza foi morta a facadas e o marido dela chegou a ser preso (Foto: Reprodução/EPTV)
Investigação
Três amigos do adolescente e a mãe dele prestaram depoimento nesta quinta-feira. Uma blusa e um par de chinelos apreendidos na casa do jovem vão ser usados para confrontar as provas colhidas pela polícia anteriormente. O delegado explicou que pegadas foram deixadas pelo suspeito sobre o sangue da vítima. O material será periciado e o laudo deve sair nos próximos dias.
Segundo o delegado, a polícia não cometeu erros na investigação porque os indícios na cena do crime apontavam a autoria para o marido da vítima. “A única coisa que eu posso afirmar é que toda suspeita que até segunda-feira recaía só sobre o Pedro, agora recai também sobre o adolescente. Diminuiu um pouco a suspeita que havia sobre o Pedro. Temos mais uma linha de investigação agora.”
Pegadas deixadas na casa da vítima serão confrontadas com sola do chinelo do jovem (Foto: Chico Escolano/EPTV)Pegadas deixadas na casa da vítima serão confrontadas com sola do chinelo do jovem (Foto: Chico Escolano/EPTV)
Fonte: G1