Crime ocorrido em 2014 contra Marcelo.

A Polícia Civil de Codó está perto de concluir o inquérito que investiga o assassinato José Antônio Salazar, 49 anos de idade, conhecido por “Marcelo”, que prestava serviço na Delegacia Regional de Polícia Civil do Município. A vítima foi morta com golpes de arma branca no dia 14 de setembro de 2014 em sua residência, no Conjunto Vereda Tropical.
Há algum tempo, a sociedade cobrava ação por parte das autoridades que afirmavam estar trabalhando com o processo de investigação para elucidar o crime.
Na época, um rapaz que mantinha relacionamento com Marcelo chegou a ser detido, mas ele negou o a autoria do crime – caracterizado como latrocínio, roubo seguido de morte, e foi liberado porque conseguiu provar que no dia do crime estava em Caxias.
Francisco das Chagas Farias de Sousa 29 anos, o “Babena”

Desde então, as investigações prosseguiram e na manhã de ontem, quinta-feira (13), o delegado Regional de Codó, Zilmar Santana a fotografia de um homem que, segundo a Polícia confessou ter matado Marcelo. O acusado é Francisco das Chagas Farias de Sousa 29 anos, vulgo “Babena”. Ainda conforme o delegado, apesar da confissão de ‘Babena’, o caso não está finalizado porque, o acusado teria apontado outros suspeitos que já estão sendo investigados.
O acusado teria revelado ao delegado que o crime fora praticado porque a vítima teria reagido contra a tentativa de roubo e com isso, o teria assassinado.